16 de outubro de 2021

Bolsonaristas usam vídeo antigo para mentir sobre recepção do presidente em NY

Nas redes sociais circula um vídeo que mostra o presidente Jair Bolsonaro sendo recebido por uma multidão e carregado enquanto é ovacionado. A legenda que acompanha as imagens faz alusão à recepção ao chefe do Executivo no aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, onde ele participou da 76ª Assembleia Geral da ONU.  Porém, conforme O Globo noticiou, trata-se de uma fake news. 

A gravação é, na verdade, de 2017 e foi feita no Aeroporto Internacional de Natal no Rio Grande do Norte, em Natal, quando Bolsonaro ainda era candidato à Presidência. Também foram feitas edições do encontro com o premiê do Reino Unido, Boris Johnson, em que retiram a cena na qual o chefe do Executivo brasileiro é questionado se tomou a vacina contra a covid-19. 

A Inframerica, administradora do aeroporto no RN, confirmou que o vídeo foi gravado no local e anteriormente à pandemia.

Durante a passagem por Nova York, Bolsonaro passou por uma série de situações embaraçosas. Logo na chegada precisou entrar pela porta dos fundos de seu hotel por conta de manifestações contra o governo. No domingo (19), com as rígidas restrições de Nova York por causa da pandemia de covid-19, Bolsonaro e seus ministros comeram pizza na calçada.

O prefeito da cidade, Bill De Blasio, também cobrou os líderes mundiais que participaram da Assembleia-Geral para que se vacinassem contra o novo coronavírus, dizendo que quem se recusa a fazê-lo não deveria nem ir ao evento. A declaração foi uma “direta” ao chefe do Executivo, que foi citado nominalmente.

Além disso, um dos integrantes da comitiva de Bolsonaro testou positivo para covid-19 na segunda-feira (20), véspera da Assembleia-Geral, além do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, diagnosticado logo depois, na terça-feira (21). 

Antes de partir para o Brasil, Bolsonaro recebeu um grupo de apoiadores na parte de fora do hotel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *