26 de outubro de 2021

Record justifica expulsão de Nego do Borel de A Fazenda: “Apuração criteriosa”

Compartilhe sem moderação

Após horas sem bater o martelo sobre a expulsão de Nego do Borel de A Fazenda 13, a Record justificou o motivo de sua decisão de tirar o funkeiro do jogo na noite deste sábado (25/9).

Em nota enviada à coluna Leo Dias, a emissora disse ter feito uma apuração minuciosa sobre o fato, e que também dedicou parte do tempo para atender Dayane Mello, alvo de Nego do Borel, que tentou transar com ela sem seu consentimento.

Confira o comunicado na íntegra:

“A Record TV informa que desde a manhã deste sábado, 25 de setembro, trabalha na apuração criteriosa em relação aos acontecimentos desta última noite no reality ‘A Fazenda’ envolvendo o Nego do Borel e Dayane Mello.

Uma equipe multidisciplinar cuidou da análise de todo o material gravado, além de aguardar pelo despertar da Dayane e dos demais peões para juntar mais elementos, falas e depoimentos que pudessem amparar a decisão a ser tomada.

Além do atendimento psicológico, Dayane passou por uma entrevista completando os elementos primordiais para uma tomada de decisão justa.

Diante dos fatos apurados, a direção da Record TV decidiu pela retirada do Nego do Borel da competição.

Todos os detalhes serão esclarecidos ao público no programa deste sábado.”

Todos os detalhes serão esclarecidos ao público no programa deste sábado.”

Entenda o caso

No quarto da sede de A Fazenda 13, durante a madrugada deste sábado (25/9), Dayane Mello, visivelmente bêbada, foi se deitar e Nego do Borel estava na cama. O cantor Mc Gui questionou se a modelo queria mesmo ficar ali e, em seguida, Tati Quebra Barraco e Solange Gomes falaram para o peão não tentar nada, pois a modelo estava sob efeito de álcool.

Os peões ainda orientaram Nego do Borel a deixar a cama. Mc Gui falou que ele deveria sair, pois, com a moça bêbada, ele seria acusado. O cantor, no entanto, permaneceu no local.

Erasmo Viana disse que não via problema, afinal, os dois estavam “solteiros” e acusou os colegas de “colocarem fogo na situação”.

Polícia na Record

A equipe jurídica de Dayane Mello foi até a sede de A Fazenda 13, em Itapecerica da Serra (SP), acompanhada de um grupo de policiais para entrar no local e buscar provas de que a modelo de fato sofreu uma violação física enquanto estava bêbada.

Até o momento, a Record disse que está investigando o caso e anunciará o desfecho de sua decisão na noite deste sábado, ao vivo, no reality show.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *