27 de outubro de 2021

Após denúncias sobre Prevent Senior, Aziz cobra esclarecimentos da ANS

Compartilhe sem moderação

O presidente da CPI da Covid-19, senador Omar Aziz (PSD-AM), criticou, nesta terça-feira (28/9), suposta omissão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) diante das denúncias levantadas em torno da Prevent Senior.

O senador defendeu que um representante da entidade fiscalizadora das operadoras seja convocado a depor ao colegiado para prestar esclarecimentos sobre ações adotadas pela ANS para fiscalizar os planos durante a pandemia.

“A ANS não se posiciona, não abre a boca, ninguém pergunta pela ANS”, disparou, sendo interrompido pelo senador Humberto Costa (PT-PE): “Depois que recebi a primeira denúncia e a tornei pública, eles [ANS] fizeram uma diligência”, defendeu.

Advogada Bruna Morato, representa ex-médicos da Prevent Senior, na CPI da Covid-19Edilson Rodrigues/Agência Senado


Aziz disse que a atitude só foi tomada pela entidade após a CPI tornar as denúncias públicas. “Era função deles fazer antes. A ANS está ali para quê? Como permite que a Prevent Senior cometa esse crime contra a vida das pessoas? A ANS tem que vir aqui dar explicações”, prosseguiu.

Apesar do desejo do presidente, não há requerimento de convocação de representantes da agência pautado.

Recentemente, a ANS pediu à CPI que compartilhe documentos sobre a Prevent Senior. O documento foi encaminhado a Aziz por Roberto Rabello, presidente da entidade.

A Prevent Senior é suspeita de ter ocultado o número de mortes de pacientes em um estudo sobre a cloroquina, apoiado por Jair Bolsonaro, e de ter pressionado a prescrição de medicamentos ineficazes contra a Covid. O MP de São Paulo abriu um inquérito sobre o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *