27 de outubro de 2021

Parte do PSDB começa a flertar com a candidatura de Lula

Compartilhe sem moderação

Uma fatia do PSDB que se sentirá órfã caso João Doria, governador de São Paulo, ganhe as prévias que indicarão o candidato do partido a presidente, quer o vencedor seja o governador Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, começa a enviar sinais a Lula de que poderá se entender com ele já no primeiro ou num eventual segundo turno.

Faz parte de tal fatia o ex-governador do Paraná Beto Richa, segundo o boletim TAG REPORT, das jornalistas Helena Chagas e Lydia Medeiros. Acusado e preso na Lava-Jato, Richa deverá disputar uma vaga na Câmara e está diante de um dilema. De um lado, estão seus adversários locais que apoiam Jair Bolsonaro.

De outro, Doria, que chegou a defender sua expulsão do partido quando foi pego na Lava-Jato. Nesse cenário, avisou aos petistas que está disposto a liberar sua base de prefeitos e parlamentares do PSDB no estado para caminhar com Lula. Ele próprio pode não declarar apoio, mas trabalhará para que isso aconteça.

Embora o ex-presidente Fernando Henrique tenha dado seu apoio formal a Doria, ele, o senador licenciado José Serra e o ex-governador Geraldo Alckmin não descartam uma aliança com Lula no segundo turno. No primeiro, haveria um pacto para fazerem uma campanha civilizada, sem ataques abaixo da linha de cintura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *