Flávio: “O relatório de Renan Calheiros é uma alucinação”

Compartilhe sem moderação

O senador Flávio Bolsonaro divulgou há pouco uma nota sobre a informação de que o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros, vai pedir seu indiciamento no parecer final da comissão.

Para Flávio, o relatório de Renan é “uma alucinação”. Segundo ele, o relator vai apresentar uma “peça política para agradar o PT”.

“O relatório do senador Renan Calheiros é uma alucinação, não se sustenta e é um desrespeito com as quase 600 mil vítimas da Covid que esperavam algo de útil da CPI. Trata-se apenas de uma peça política para agradar ao PT e para tentar desgastar o presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022.”

Para o filho do presidente, as acusações que serão feitas pelo relator não têm embasamento jurídico. Flávio citou o avanço na vacinação e o pagamento do auxílio emergencial para defender a tese de que, sem Bolsonaro, “o país teria se transformado em um caos”.

“As acusações contra mim e contra o governo não têm base jurídica e sequer fazem sentido. É preciso lembrar que todas as vacinas aplicadas no País, sem exceção, foram compradas pelo governo Bolsonaro. E que, apesar da CPI insistir no rótulo de negacionista, foi o governo Bolsonaro que aplicou mais de 254 milhões de doses de vacina. Se não fosse Bolsonaro, que por meio do auxílio emergencial, transferiu R$ 335,6 bilhões e atendeu 68 milhões de brasileiros, o país teria se transformado num caos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *