Transporte público. Abandonada pela Prefeitura de São Luís e empresários, população conta com Vereadores e empregados, para fim da greve

Compartilhe sem moderação

Vereadores que compõem o colegiado da Comissão de Mobilidade Urbana, Regulação Fundiária e Ocupação do Solo Urbano, em São Luís, discutiram com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão, Sttrema, Marcelo Brito, as principais pautas de reivindicação da categoria.

Os rodoviários chegam ao 9º dia de paralisação, parecendo ainda longe de um acordo, e com a população numa nítida sensação de estar abandonada pela Prefeitura Municipal, e pelos empresários do setor, sem nenhuma informação concreta sobre o quadro.

O vereador Aldir Júnior (PL) fez um balanço dos temas debatidos no encontro na Câmara Municipal, e afirmou que os rodoviários estão dispostos a discutirem com os empresários e a Prefeitura os seus direitos, garantindo a volta da circulação dos ônibus na capital.

Aldir também revelou que um dos temas debatidos na reunião foi sobre o contrato de concessão do transporte público coletivo. De acordo com o parlamentar, se a proposta contratual tiver 1% de falha, o colegiado poderá propor o rompimento do contrato de concessão do transporte público.

Marcelo Brito, presidente do Sttrema, avaliou a reunião e afirmou que resolveu buscar apoio dos vereadores com o objetivo de contribuir na negociação junto aos empresários que atuam no sistema de transporte.

Em resumo, sem acordo, a greve do transporte coletivo de São Luís e região metropolitana, segue, por tempo indeterminado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *