“Novo Cangaço”: Maranhense está entre mortos de quadrilha de assalto a banco em Minas Gerais

3 de novembro de 2021 Por Sólon Vieira 0
Compartilhe sem moderação

Durante o último domingo (31), homens que faziam parte de uma quadrilha interestadual de assalto a banco morreram em confronto com a policia. Segundo a polícia, ele têm relação com crimes cometidos contra instituições financeiras em Uberaba (MG), Araçatuba (SP) e Criciúma (SC). Conforme a polícia, a quadrilha se preparava para atacar um centro de distribuição de valores do Banco do Brasil em Varginha (MG).

Até o momento, foram identificados 10 corpos dos assaltantes mortos em Varginha, em confronto com a polícia, momentos antes de praticarem mais um assalto a banco. Pode-se afirmar, que o grupo tinha representantes de, pelo menos, cinco estados. Além de Minas Gerais com seis integrantes, há entre os mortos, homens nascidos em Goiás, Maranhão, Rondônia e Amazonas.

O assaltante maranhense foi um dos mortos, na manhã do último domingo (31), ao enfrentar uma equipe formada por policiais civis mineiros e policiais rodoviários federais, foi identificado como José Filho Nepomuceno, de 37 anos, natural do município de Caxias.

Ele tinha um mandado de prisão em aberto por conta do roubo ao Banco do Brasil da cidade de Miguel Alves, no Piauí, no ano de 2020. José Filho também era alvo de investigação do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) do Piauí e procurado pela prática de crime de roubo.

Segundo o coordenador do Greco, delegado Tales Gomes, o assaltante é maranhense e morava atualmente em São João do Soter. A Polícia Civil esclarece que, além da identificação dos corpos, ainda desenvolve investigação da vida pregressa dos indivíduos, bem como dos fatos e de suas circunstâncias para possíveis correlações com outros eventos.

*Com informações de O Imparcial