Se separa? Relembre o final de Severo em Império

3 de novembro de 2021 Por Sólon Vieira 0
Compartilhe sem moderação

Severo (Tato Gabus Mendes) terá um final nada agradável em Império. Isso porque, após passar ao lado de Magnólia (Zezé Polessa) a novela inteira, o trambiqueiro acabará se separando da esposa devido ao mal de Alzheimer que será contraído por ele no penúltimo capítulo. Na ocasião, o veterano precisará ser internado em uma clínica de repouso por causa da doença.

No capítulo que vai ao ar nesta quinta-feira (04) na reprise da trama de Aguinaldo Silva, o pai de Maria Ísis (Marina Ruy Barbosa) relatará para a amada os primeiros sintomas de seu problema. “Sabe, Magnólia, ontem à noite, deu aquele branco de novo. Do nada. Eu estava acordando, pensando na vida da gente. Sabe na escola, quando a gente não estava prestando atenção na aula, aí, vinha a professora e apagava tudo do quadro negro? Ficava tudo escuro, só umas manchas de giz que não significavam nada… Minha cabeça ficou assim”, dirá.

Veja também: resumo dos próximos capítulos de Império

Em seguida, o personagem de Tato Gabus Mendes se mostrará receoso pelo fato de os médicos já terem o diagnosticado com esse tipo de doença sem cura, mas a interesseira falará para ele não se preocupar. Porém, nessa hora, Severo afirmará que sempre fez tudo para ser um homem bom, fato este que deixará a mãe de Robertão (Romulo Arantes Neto) bastante aflita, já que o casal sempre foi golpista.

“Nunca fiz mal a ninguém, se tem uma coisa que não podem me acusar é que fui uma má pessoa”, continuará ele, que ainda complementará ao dizer que não tem onde morar. “Você tem onde ficar”, garantirá a veterana. “Num asilo”, lamentará o problemático.

Logo depois, o velho, então, começará a se preocupar com a esposa. “Sem mim, o que vai ser de você? Quem vai botar um pouco de juízo nessa sua cabeça? Eu te amei muito. Eu te amo, só que eu tinha esquecido. A gente fica com uma pessoa, mas, mesmo que goste muito dela, acaba se acostumando”, declarará.

Isso, no entanto, acabará causando um verdadeiro chororô por parte da personagem de Zezé Polessa, que suplicará para o amado não abandoná-la nesse momento. “Deixa eu morrer primeiro antes de você ir”, pedirá Magnólia, desesperada. “Eu prometo, Margarida”, rebaterá o “sem memória”, convicto, sendo imediatamente corrigido pela mulher e conduzido para a clínica pelos enfermeiros. “Desculpa, eu troquei as bolas. Eu prometo, lady Mag, que eu estarei aqui sempre do seu lado”.