Datena se irrita com diretora da Band e ameaça abandonar Brasil Urgente

12 de novembro de 2021 Por Sólon Vieira 0
Compartilhe sem moderação

José Luiz Datena voltou a se irritar ao vivo com Débora Raposo, editora-chefe do Brasil Urgente, na edição dessa quarta-feira (10) do programa policial da Band. O jornalista falava sobre a manifestação de funcionários da prefeitura de São Paulo quando recebeu um recado da colega em seu ponto eletrônico. Foi nesse momento que o âncora gritou ao vivo com a jornalista.

“Ô Débora, você deixa eu acabar o comentário ou vem aqui apresentar esse programa aqui. Estou terminando o meu raciocínio e é tudo ligado a isso, entendeu? Você recebeu um recado pra me dar pra eu parar de falar? Se recebeu eu vou embora daqui. Por que você falou no meu ouvido aqui? Recebeu algum recado?”, disparou Datena.

Em seguida, o apresentador exibiu uma discussão ao vivo que estava acontecendo na Câmara Municipal de São Paulo sobre o mesmo tema que ele estava conversando com o público. Nas redes sociais, telespectadores que acompanhavam o programa policial falaram sobre a explosão do pai de Joel Datena.

“Datena gritando com a diretora”, comentou um internauta identificado como Claudemir. “Ridículo ver esse boçal gritando com ar com seus subalternos e puxando saco de delegados políticos. Tá se achando. Pior que tem imbecil que vai votar nele pra senador”, disparou outro telespectador com nome Luistor. “Gosto do Datena, mas eu não suportaria trabalhar com ele”, disse Johnnys Jheiles.

No começo de setembro, Datena já tinha se revoltado com a editora-chefe do Brasil Urgente e, ao vivo, afirmou que a profissional não era tão experiente quanto ele. De acordo com o apresentador, Débora Raposo estaria insistindo em fazer o jornal de uma forma diferente da sugerida por ele, e que ela deveria acatar as suas sugestões por conta do tempo em que ele já está apresentando programas policiais. “Débora, quando eu digo uma coisa é melhor a gente fazer, porque eu tenho um pouco mais de experiência”, alertou o jornalista.

“Eu não ouvi direito [a entrevista que estava acontecendo] porque estou conversando com as pessoas aqui que teimam em fazer um programa diferente daquele que eu quero”, pontuou o apresentador, que já havia tido uma discussão com a editora-chefe há alguns meses. Em junho, ele também chegou a interromper o Brasil Urgente criticando o trabalho da profissional, afirmando que ela não o comunicava sobre o desenrolar das pautas.

“Não adianta me passar as imagens aí. Olha, Débora, tem um apresentador no programa. Tem um apresentador aqui. O apresentador tem que ser informado do que acontece, minha filha. Você tem que falar com o apresentador”, alfinetou Datena, nitidamente incomodado com a situação.