Unileão adere à campanha Novembro Azul e chama a atenção para os cuidados com a saúde do homem

19 de novembro de 2021 Por Sólon Vieira 0
Compartilhe sem moderação

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil terá 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano, entre 2020 e 2022. Como forma de conscientizar a população masculina sobre a importância do cuidado com a saúde e da prevenção do câncer de próstata, o mês de novembro foi escolhido para celebrar a campanha Novembro Azul. O Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão) apoia a iniciativa e chama a atenção da comunidade caririense para os cuidados com a saúde do homem.

Câncer de próstata

No ser humano, a próstata é uma glândula exclusiva do homem, localizada abaixo da bexiga, no aparelho reprodutor masculino. Sua principal função é produzir uma secreção que, junto ao fluido das vesículas seminais, nutrem e ajudam na mobilidade dos espermatozoides. Segundo a profa. Halana Cecília, docente do curso de Enfermagem da Unileão, na fase inicial, o câncer de próstata tem evolução silenciosa, mas alguns sinais podem ser monitorados.

Sintomas da doença em estágio inicial:

– Dificuldade de urinar;

– Diminuição do jato de urina;

– Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite;

– Ardor ou dor ao urinar.

Esses sintomas, apesar de nem sempre indicarem câncer, devem levar a uma investigação na saúde do homem.

Sintomas para estágio avançado da doença:

– Presença de sangue na urina ou no sêmen;

– Disfunção erétil;

– Dor no quadril, costas, coxas, ombros ou nos ossos;

– Fraqueza ou dormência nas pernas ou pés.

Por seu caráter silencioso, mais de 90% dos tumores já estão em fase avançada quando os casos são diagnosticados, o que dificulta o tratamento e a recuperação. Por isso, é muito importante a atenção com a saúde preventiva pela adoção de hábitos saudáveis.

Confira os fatores de risco:

– Idade (acima dos 50 anos);

– Histórico familiar;

– Obesidade.

Recomendações para evitar a doença:

  • Manter uma alimentação saudável e equilibrada;
  • Não fumar;
  • Identificar e tratar adequadamente a pressão alta, diabetes e problemas de colesterol;
  • Manter um peso saudável;
  • Praticar regularmente atividades físicas.

Unileão discute questões relacionadas à saúde do homem

Com a disciplina de Saúde do Homem, Gênero e Sexualidade, ofertada no curso de Enfermagem da Unileão, os futuros enfermeiros têm a oportunidade de discutir as principais questões que afastam o homem do cuidado com a saúde.

“Um dos pontos prioritários é a questão dos estereótipos de gênero que há séculos são arraigados em uma cultura patriarcal. Assim, o homem julga-se invulnerável, contribuindo para que ele cuide menos de si e se exponha mais a situações de risco. É importante que o profissional de Enfermagem esteja atento às questões preconceituosas que podem acarretar danos à população masculina e, portanto, demande uma assistência que favoreça esse público, evitando as altas taxas de morbimortalidade pelo câncer de próstata e outros problemas de saúde”, enfatiza a profa. Halana Cecília, responsável por ministrar a disciplina de Saúde do Homem, Gênero e Sexualidade na graduação de Enfermagem da Unileão.

Doenças na próstata também podem afetar cães

Os cachorros, semelhantes ao homem, representam a única espécie que desenvolve espontaneamente a hiperplasia prostática (aumento da próstata) e o adenocarcinoma  prostático (câncer de próstata), com características similares às observadas em humanos.

Porém, no caso dos cães, as neoplasias são mais agressivas e invasivas. Conforme a profa. Amanda Maia, docente do curso de Medicina Veterinária da Unileão, as afecções da próstata atingem cães machos de meia-idade a idosos, aparentemente sem predileção racial.

Hospital Veterinário da Unileão atende cães com doenças na próstata, realizando exames para o diagnóstico seguro, tratamento e acompanhamento dos pacientes. Os tutores interessados nos atendimentos podem entrar em contato pelo WhatsApp (88) 2101-1030 para obterem mais informações sobre os serviços e agendamentos.

Os procedimentos são realizados pelos estudantes do curso de Medicina Veterinária da Unileão, sob a orientação de professores especialistas com ampla experiência prática nas respectivas áreas de atendimento.