Pedro é sequestrado em guerra sangrenta e Tonico mata aliado para não ser desmascarado pela traição

Compartilhe sem moderação

Em Nos Tempos do Imperador, Tonico (Alexandre Nero) dará mais uma prova de sua maldade. Mas, dessa vez, o bandido passará de todos os limites. Primeiro, o político armará para cima de Dom Pedro II (Selton Mello) e entregará o governante do Brasil nas mãos de Solano Lopez (Roberto Birindelli).

Dom Pedro II, então, será sequestrado no acampamento. Entretanto, Samuel (Michel Gomes) perceberá tudo e, com a ajuda de outros soldados, conseguirá resgatar o Imperador. Além disso, eles conseguirão prender o sequestrador. O bandido começará a ser interrogado, deixando Tonico completamente desesperado.

Depois de um tempo, Dom Pedro II encontrará o bandido morto a facadas. Longe dali, Tonico terá uma conversa com outro soldado, que também estarão lutando na Guerra do Paraguai. “Foi a primeira vez que tirei a vida de alguém. Sempre mandei fazerem por mim, mas matar mesmo, nunca tinha matado”, dirá ele.

“Não vão descobrir nada. Acabou, ele está morto. E foi mais fácil do que eu pensava… Até que não é ruim. Me senti com poder. Tirar a vida de alguém, a pessoa te olhando, implorando e você ali. A vida nas suas mãos. É bom. Muito bom”, falará Tonico, mostrando que não mede esforços para conseguir o que quer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *